top of page
  • Foto do escritorSeguir Viagem

Cachoeira? Partiu Itatiaia!

Atualizado: 31 de mai. de 2023


Situado na belíssima Serra da Mantiqueira, o Parque Nacional do Itatiaia [Parna Itatiaia] foi o primeiro parque nacional a ser criado no Brasil, em 1937 pelo então presidente Getúlio Vargas.

Itatiaia, na língua dos índios puris, significa “lugar das pedras pontiagudas”.

Localizado entre os municípios de Itatiaia e Resende, no RJ, Bocaina de Minas e Itamonte, em MG é um cartão postal de rara beleza cênica sendo um refúgio para várias espécies de animais e vegetais.

Por seu pioneirismo, preserva um rico patrimônio biôtico e geomorfológico dividido em duas partes, alta e baixa.

Na Parte Alta estão os campos de altitude e os vales suspensos onde nascem vários rios abrangendo nascentes de 12 importantes bacias hidrográficas brasileiras.

A parte baixa é conhecida principalmente por sua vegetação exuberante, diversas cachoeiras para você se deliciar em um banho revigorante, além de contar com uma estrutura de visitação revitalizada e prontinha para receber e orientar seus exploradores.

O Parna Itatiaia com suas cachoeiras, rios, trilhas, picos e mirantes vai deixar você com várias e várias opções para apreciar paisagens deslumbrantes nesta expedição, bora conhecer??


O que fazer na Parte Baixa?


1. Centro De Visitantes Profº Wanderbilt Duarte De Barros

Centro bem estruturado que dará a você ótimos momentos em meio a uma exposição permanente de fotos e animais taxidermizados, com explicações surpreendentes sobre seus hábitos alimentares e sociais, além de plantas e insetos encontrados no Parna Itatiaia. Contendo ainda uma sala de vídeo onde você poderá ver um documentário super emocionante, sobre as belezas naturais do parque.


2. Poço Espelho do Céu e Cachoeira Itupi

Antes espaços particulares porém incorporado ao Parna Itatiaia recentemente, aquisição realizada pelo ICMBio estando totalmente à disposição dos exploradores de plantão.


3. Cachoeira Itaporani

No final de uma trilha em meio a mata, aproximadamente 640 metros do centro de visitantes.

Descendo pela escada de madeira plástica, você poderá vislumbrar a bela cachoeira com seu lago.


4. Maromba

Estando a 1.100 metros de altitude, o rio forma uma grande piscina natural, cujo acesso será por uma escadaria com muitos degraus mas valerá o seu esforço, podendo na sequência desfrutar de uma bela vista se refrescando em um gostoso banho.


5. Cachoeira Véu de Noiva

Deixando o carro no ponto de apoio após a ponte do Maromba você poderá seguir por uma trilha até a cachoeira, em meio à mata. Por iniciar no centro de apoio, vale dar uma passada antes no banheiro para garantir. Depois só seguir as sinalizações para contemplar essa cahoeira lindíssima.


6. Lago Azul

Localizado bem perto do Centro de Visitantes em meio uma estradinha hiper deliciosa, do lado do estacionamento.

A distância é de somente 500 metros mas com escadas... então, prepare o fôlego!

Mas seu esforço será recompensado com uma beleza natural maravilhosa, onde vale a pena sentar-se para descansar e desfrutar!


7. Mirante do Último Adeus

Em direção à saída do parque, local com uma vista panorâmica e hiper privilegiada do Vale do rio Campo Belo e da Serra do Mar.


8. Serrinha do Alambari

Se você gosta de acampar, não pode deixar de conhecer o Camping Clube Brasil de Serrinha! Serrinha do Alambari, distrito de Resende/RJ, fica localizada à 20Km da entrada do Parque Nacional do Itatiaia, com acesso à partir da Via Dutra, passando por Penedo e entrando em uma estrada de chão até o camping. Uma área verde, dentro da reserva, com inúmeras trilhas, poços e cachoeiras. Quando estivemos lá, acampamos bem ao lado de um riacho, onde dormimos embalados pelo barulhinho relaxante das águas. No dia seguinte, fizemos todas as trilhas e conhecemos as diversas cachoeiras dentro do camping. Vale muito à pena!


E a Parte Alta...?


Essa é mais reservada para quem gosta de aventura radicais, muitos desafios e boas escaladas.


1. Maciço das Prateleiras

Grandiosos blocos de rocha com 2.539 metros de altitude, em meio a vegetação de Campos de Altitude, com inúmeras vistas panorâmicas para aquela selfie fantástica!

Trilha com início próximo ao final da BR 485, onde o explorador tem a opção de caminhar apenas até a base ou seguir até o cume.

Na base das Prateleiras a altitude é de 2.460 metros com uma vista super incrível!


2. Pico das Agulhas Negras

Sendo a principal elevação do parque, atingindo 2.791 metros de altitude, o quinto mais alto do país segundo dados do IBGE.

O explorador tem a opção de caminhar apenas até a base ou seguir até o cume, sendo essas opções escolhidas já no Posto Marcão, onde existe o controle dos visitantes.

Até a base das Agulhas Negras são 1.300 m que podem ser percorridos em aproximadamente 45 minutos.

O tempo até o cume varia de acordo com a via utilizada. O maciço possui mais de 20 vias de escalada com diferentes graus de dificuldade.

Escolha a sua juntamente com um guia autorizado [https://parquedoitatiaia.tur.br/].


3. Pedra da Maçã e Pedra da Tartaruga

Localizadas ao lado do Maciço das Prateleiras, são majestosos blocos de rocha, milimetricamente equilibrados sobre uma "base".

No horizonte é possível avistar a Serra do Mar e o Vale do Paraíba.

Seus clicks ficarão bem legais e criativos por lá!


4. Cachoeira Aiuruoca

O Vale do Aiuruoca conta com a geladíssima e fenomenal cachoeira de mesmo nome e a formação rochosa Ovos da Galinha.

Para chegar, o visitante terá que fazer uma caminhada moderada, a partir do Abrigo Rebouças.


5. Pedra do Altar

Uma das 15 montanhas mais altas do Brasil, localizada bem próxima do pico das Agulhas Negras.

Seguindo pela trilha sinalizada, são 6 Km de caminhada começando no Posto Marcão, a entrada da Parte Alta do Parna Itatiaia.

Pedra com 2.665 metros de altitude para atingir o cume será necessário subir por escalada guiada.


Como Chegar...


Do Rio de Janeiro ou de São Paulo, o visitante deve seguir pela Rodovia Presidente Dutra (BR - 116) até Itatiaia (saída 318) e daí, mais 5,5km pela BR-485, até a portaria da Parte Baixa.

Para a Parte Alta ou Planalto, sair da Dutra em Engenheiro Passos (saída 330A), seguindo 26km pela BR-354 até a Garganta do Registro (divisa Minas Gerais/Rio de Janeiro) e mais 14km de estrada de terra, pela Rodovia das Flores, até o Posto Marcão, que dá acesso aos principais atrativos do Planalto.


De Belo Horizonte, utiliza-se a Rodovia Fernão Dias e a BR-381, passando por Caxambu e seguindo pela BR-354 até a Garganta do Registro para a Parte Alta, ou seguindo até a Dutra para a Parte Baixa.


Para maiores informações, visite o site do parque: https://parquedoitatiaia.tur.br


Agora, Prestenção!

1- O Parque funciona na parte baixa de terça a domingo, das 8h às 17h, e na parte alta, das 7h às 17h.

Ingressos a R$ 22,00 por pessoa (Em 2023). Valor que você terá que pagar também para seu carro.

2- Leve repelente e protetor solar! Mesmo em meio dias nublados é fundamental se proteger.

3- Use óculos de sol, boné/chapéu e roupas leves e confortáveis principalemte se for fazer trilha. Utilize sapatos fechados como tênis e botas de tracking, seguramente essa dica vale ouro!

4- Na trilha, a água jamais deve ser esquecida sendo sua melhor amiga! E claro aquele lanchinho esperto, fazendo toda diferença para recarregar suas energias!

5- Garanta que o celular esteja carregado para registrar seus momentos ímpares na expedição e claro usando em momentos de emergência.

6- Mapa não é artigo obsoleto, ok? Sendo ainda a melhor forma de se localizar e curtir sem nenhuma preocupação em ficar perdido.

No link oficial https://parquedoitatiaia.tur.br você encontrará mapas georeferenciados para navegação “off-line” em aplicativos como o Avenza, disponível gratuitamente na loja de aplicativos de sua preferência.

7- Nas trilhas, respeite as áreas demarcadas! É muito comum avistar cobras venenosas. Se liga!

8- Não é necessário contratar guias para a parte baixa, porém, caso sua expedição tenha foco na parte alta com travessias e trilhas mais arriscadas, é recomendado a presença de um profissional. Listagem de guias autorizados https://parquedoitatiaia.tur.br

9- Considerem visitar a parte alta durante o inverno, entre maio e agosto para encontrar o céu limpo e com maior visibilidade.

O lado interessante [para quem gosta] é o frio, que pode atingir temperaturas negativas dependendo da altitude. Reforçar o agasalho nas trilhas é fundamental incluindo acessórios como luvas, gorros e meias bem quentinhas.

10- Não deixe nada pelo caminho, menos ainda seu lixo, nem mesmo cascas de frutas, combinado?

11- Nas cachoeiras da parte baixa, tome sempre muito cuidado nos trechos em meio a mata, as pedras são bastante escorregadias, cuide para não se machucar, ok?


Gostou de saber detalhes sobre o Parque Nacional do Itatiaia?

São muitas atrações e belezas naturais para apreciar e desbravar por lá.

Se você gosta de cachoeiras, piscinas naturais e boa gastronomia, já viu nosso posts sobre Teresópolis?

Fica ali pertinho e também adoramos conhecer o magnífico pico Dedo de Deus, outra aventura no estado do Rio, que vale muito a pena!


Aproveita e segue a gente lá no Instagram! Ah, e se inscreve em nosso canal do Youtube também! ;-)


E você, já conhece algum desses destinos? Ou mora em algum deles?

Qual está na lista para conhecer? Conta pra gente! Valeeuuuu!!!


13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page