top of page
  • Foto do escritorSeguir Viagem

Belém Do Pará!

Atualizado: 11 de mai. de 2023


Chegamos ao ponto mais extremo dessa expedição, Belém Do Pará!

Esculpida pela mescla das culturas dos negros, índios e europeus, Belém é uma das capitais mais atraentes da região norte. Apesar de ser uns dos locais mais raiz, no quesito cultura/formação brasileira, entender Belém não é tão fácil à primeira vista. Sendo uma cidade lotada de problemas, porém, com extrema emoção de um povo bastante religioso, apaixonado e sempre orgulhoso a apresentar as belezas e sabores amazônicos aos turistas. A crença dos belenenses está em todos os lugares, mas certamente pode ser vista de forma mais latente nos dias do Círio de Nazaré, festividade religiosa que leva às ruas mais de dois milhões de pessoas e que apaixona a todos que participam, mesmo quem não é tão religioso assim.

Belém também oferece sabores únicos, belezas surpreendentes e muita história, dentro e fora de museus. Circundada pelas águas da baía do Guajará é hora de experimentar e entender um pouco do que é a força do norte do Brasil.


O que fazer em Belém Do Pará?


1. Mercado da Carne, Mercado do Peixe e Solar da Beira

2. Feira do Açaí

3. Forte do Presépio

4. Museu do Encontro / Museu de Arte Sacra

5. Casa das Onze Janelas

6. Teatro da Paz

7. Passeio na Orla ao entardecer/anoitecer

8. Mangal das Garças

9. Espaço São José Liberto

10. Parques, praças e igrejas [Museu do Círio]

11. Museu Paraense Emílio Goeldi


Destaque para...:


=> O Mercado Ver-o-Peso


Seu ponto de parada obrigatório e talvez mais importante dica do que fazer em Belém é a visita ao mercado Ver-o-Peso.

O Veropa – para os locais – é o coração de Belém desde 1626.

Localizado na baía de Guajará, no passado funcionava a Casa do Haver-o-Peso, um entreposto fiscal onde se media o peso das mercadorias e os impostos para a Coroa Portuguesa.

Com o andar dos anos o Veropa, transformou-se em um dos maiores mercados a céu aberto da América Latina e importante ponto turístico, cultural e econômico da cidade, sendo em 1977 tombado pelo IPHAN.

Aventurar-se pelo Ver-o-Peso é se lançar em uma experiência surreal pelas cores e sabores do Pará.


=> Estação das Docas / Culinária paraense / Cervejarias artesanais


A Estação das Docas é complexo turístico e gastronômico com 500 metros de orla fluvial no antigo porto, construído no século XIX.

Com 03 galpões de ferro inglês restaurados, você terá como opção vários restaurantes, bares, espaço para eventos e um aconchegante terminal de passageiros.

Na Estação das Docas você conseguirá viver e experimentar a gastronomia paraense, tomar um sorvete clássico dos sabores amazônicos e ainda, curtir aquele happy hour degustando as cervejas da Amazon Beer, a cervejaria da Amazônia.

Na orla do complexo, você poderá aproveitar uma estupenda vista para a Baía do Guajará e fazer aquele registro fotográfico em um dos famosos cartões postais da cidade na presença marcante dos guindastes fabricados nos EUA, no começo do século XX.



Como Chegar...


01. O Aeroporto Internacional de Belém Val-De-Cans (BEL) é o principal acesso para quem visita Belém, recebendo voos diretos das principais capitais brasileiras.

02. Carro... Optamos ir de carro. [como sempre] Ir de carro é possível porém, não deixe de traçar sua rota com cautela pois, se optar vir atravessando o sul maranhense como fizemos passando pela MA 006 você terá inúmeros obstáculos, sendo uma rodovia totalmente esquecida pelo poder público.


Agora, Prestenção!


1- No segundo final de semana de outubro acontece o Círio de Nazaré, o maior evento da cidade. Se você decidir curtir esta vibe, prepare-se para multidões.

2- Apesar de ser uma cidade sempre movimentada por turistas, Belém não tem uma grande rede hoteleira. A boa notícia é que os preços são bem justos para os exploradores. Optamos em ficar na Rede Andrade Docas bem no centro da cidade, onde pudemos percorrer o centro histórico todo a pé, observando e testemunhando toda sua beleza e problemas sociais, como em toda grande capital.

3- Ao visitar Belém, experimente tudo [absolutamente tudo] que de novo aparecer. Assim você terá uma imersão única no Pará e, certamente, vai querer voltar. Se deixe levar pelo carimbó e pela cachaça Jambú, deguste os mais diferentes peixes e pratos típicos, coma castanhas em todas as formas, visite todos os espaços verdes da cidade (verdadeiros oásis p/ os dias de calor) e marque um encontro depois da chuva (sempre tão pontual).

4- Chegue de coração e bagagens vazias e deixe que sejam preenchidos pela intensidade e paixão do povo paraense. Claro, lembre-se de levar um bom e verdadeiro açaí, a cachaça Jambú e castanhas fresquinhas!

5. Não esqueça de verificar se você está com suas vacinas em dia, principalmente a contra Febre Amarela. Esta é uma doença endêmica da região norte, mas especificamente na região amazônica.


Veja abaixo as opções de passeio e valores com a Get Your Guide:


E aí, curtiu nosso extremo dessa expedição?

Dá ou não dá vontade de encarar essa aventura amazônica?

Mas se você ainda tem alguma dúvida, comente aqui para que possamos te ajudar!


Aproveita e segue a gente lá no Instagram! Ah, e se inscreve em nosso canal do Youtube também! ;-)



E você, já conhece algum desses destinos? Ou mora em algum deles?

Qual está na lista para conhecer? Conta pra gente!








27 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page